top of page

Presidente da Comissão do Idoso pede rigor em caso que filho mata o pai no aguardo de atendimento


Acesse a matéria na íntegra aqui!


O caso ocorreu em Ponta Grossa, no Estado do Paraná, onde um idoso estava aguardando por atendimento, e sofreu agressão por parte do seu filho. O Deputado Cobra Repórter pediu apuração nas investigações.


Foto: Viviane Mallmann/RPC Ponta Grossa


O Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa idosa da Assembleia Legislativa do Paraná (CDPI), Deputado Estadual Cobra Repórter (PSD), solicitou, por meio de requerimento apresentado na Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (25), apuração dos fatos onde um idoso de 78 anos foi covardemente agredido por seu próprio filho enquanto esperava por atendimento médico, vindo a óbito horas após o ocorrido.

O requerimento é direcionado ao Delegado de Polícia Civil do Estado do Paraná de Ponta Grossa, Luis Gustavo de Souza Timossi. Segundo as informações, o pai aguardava atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), quando o filho que acompanhava o senhor começou a agredir o pai com uma garrafa térmica. Os golpes foram fortes e o idoso não resistiu aos ferimentos e o filho foi preso em flagrante. Os nomes não foram divulgados.

“Estamos pedindo rigor nas investigações para que os fatos sejam apurados e a responsabilidade penal seja aplicada com rigidez ao acusado. Esta vítima foi sujeita a uma situação de tormenta, exposição vexatória, sofreu com requintes de crueldade. Casos como este não podem ser tolerados, e em hipótese alguma deveria atingir qualquer pessoa idosa”, enfatiza o Presidente da Comissão.


O Deputado Estadual Cobra Repórter solicita ainda à polícia que, ao final do inquérito, mantenha esta Comissão informada das providências tomadas pela delegacia de polícia.




Texto escrito por Assessoria de Imprensa do Deputado Estadual Cobra Repórter.



2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page